Atendimento: (11) 3652-0381 / (11) 99241-5817

Miopia, Hipermetropia e Astigmatismo

Os chamados erros refrativos são as principais alterações oculares, e podem ocorrer tanto em crianças como em adultos.

MIOPIA

A miopia ocorre porque a imagem visual não é focada diretamente na retina, mas à sua frente. O problema pode ter origem porque o olho é grande, ou o cristalino ou a córnea têm alto poder de convergência.

O indivíduo míope torna-se depende de recursos ópticos para corrigir esse erro de refração.

Para quem tem miopia, os objetos distantes ficam embaçados e difíceis de serem visualizados, conforme a intensidade do problema.

A miopia pode ser estacionária ou progressiva e os sintomas mais evidentes são: dificuldade para identificar objetos afastados, assistir a filmes, dirigir automóveis e muito mais.

A capacidade visual parece melhorar fechando um pouco os olhos, mas a miopia não corrigida devidamente pode provocar dores de cabeça, lacrimejamento ou tensão ocular.

Principais causas:

  • Genética
  • Alterações orgânicas – como ceratocone e diabetes, entre outros
  • Fatores ambientais – alguns estudos têm mostrado que o uso excessivo da visão de perto tem feito o olho crescer, tornando as pessoas mais míopes. A falta de vitamina D também influencia no crescimento do globo ocular

Tratamento:

  • Correção óptica: óculos e lentes de contato
  • Cirurgia refrativa a Laser
  • Implante de lente intraocular

HIPERMETROPIA

Na hipermetropia, a imagem visual acaba incidindo atrás da retina.

Esse problema acontece porque o olho é pequeno, ou a córnea ou o cristalino tem pequeno poder de convergência.

A hipermetropia causa dificuldade para enxergar objetos próximos e principalmente para leitura de textos.

Nas crianças e jovens, a hipermetropia pode ser compensada com maior facilidade, já que o cristalino em jovens é ainda flexível. Isso ocorre se ele forçar os olhos e usar o poder de acomodação do cristalino, levando os raios luminosos para o plano focal da retina.

Porém, esse esforço resulta em sintomas comuns da hipermetropia, tais como: dor de cabeça, sensação de peso nos olhos, lacrimejamento, ardor e vermelhidão, principalmente ao ler de perto, no fim da tarde e após o trabalho ou escola.

A principal causa é genética.

Tratamento:

  • Correção óptica: óculos e lentes de contato
  • Cirurgia refrativa a Laser
  • Implante de lente intraocular

ASTIGMATISMO

O astigmatismo ocorre quando a córnea apresenta uma maior curvatura em uma direção do que na outra. Isso distorce a visão para perto e à distância também.

A irregularidade na curvatura da córnea ou do cristalino (lente interna do olho) gera o astigmatismo.

Sendo assim, os raios de luz não chegam ao mesmo ponto na retina. Alguns são direcionados em mais de um ponto na retina e outros à frente ou atrás dela. Em virtude da curvatura irregular, a imagem levada ao cérebro torna-se deformada, distorcida ou desfocada.

Algumas queixas frequentes são: como dor de cabeça e sensação de ardência nos olhos. A intensidade varia conforme a gravidade do problema e o esforço visual.

Principais causas:

  • Genética
  • Ceratocone
  • Deformidades na córnea
  • Trauma ocular
  • Cirurgias prévias
  • Degenerações corneanas
  • Cicatrizes

Tratamento:

  • Correção óptica: óculos e lentes de contato
  • Cirurgia refrativa a Laser
  • Implante de lente intraocular

Preencha o formulario abaixo para mais informações