Atendimento: (11) 3652-0381 / (11) 99241-5817

Catarata e lentes intraoculares

Catarata é a opacidade da lente natural do olho, chamada de cristalino.

Sintomas da catarata

  • Diminuição da visão
  • Embaçamento visual
  • Confusão para ver e distinguir cores
  • Alteração frequente do grau dos óculos
  • Piora da visão com a luz do sol
  • Mancha branca no olho

A catarata pode ocorrer uni ou bilateralmente, mas pode ter acometimento assimétrico.

A catarata ainda é a maior causa de cegueira reversível no mundo.

Principais Causas

  • Senil: a mais comum, ocorre em pessoas acima dos 60 anos
  • Traumas oculares
  • Uso de corticoesteróides (via oral ou tópica)
  • Inflamações intraoculares (uveítes)
  • Diversas doenças associadas, como o diabetes, por exemplo.

Tratamento

O tratamento disponível e reconhecido cientificamente para a catarata é, sem dúvida, a cirurgia para a remoção do cristalino opaco. Com a retirada do cristalino rígido e opaco devemos colocar uma lente artificial no lugar.

facoemulsificação é uma técnica cirúrgica de catarata que consiste na quebra do cristalino em pequenos fragmentos com ultrassom e aspirados por uma caneta. A caneta entra no olho por uma minúscula incisão de 2,4mm, por onde também entra a lente intraocular dobrável que irá substituir o cristalino.

Vantagens da Facoemulsificação:

  • Mais segura
  • Menor número de complicações
  • Recuperação rápida da visão
  • Pode ser indicada logo que a catarata aparece
  • Tempo curto da cirurgia
  • Rápida recuperação física e visual
  • Redução do tempo de internação hospitalar.

A cirurgia é rápida (em média 15 minutos), indolor, feita com anestesia local (colírios) acompanhada por sedação. Não necessita de pontos, na maioria das vezes.

Para a cirurgia de catarata são realizados exames pré-operatórios, os quais vão determinar o grau da lente intraocular para implante, bem como a melhor técnica a ser escolhida para essa cirurgia.

Os resultados cirúrgicos geralmente são muito bem-sucedidos e no pós-operatório faz-se acompanhamento, uso de medicamentos específicos e correção com óculos, se necessário.

As Lentes Intraoculares:

A lente implantada no olho durante a cirurgia, em condições normais, não será trocada. Ou seja, o paciente irá usar essa lente até seu último dia de vida. Por isso, a escolha da lente é extremamente importante, já que seus resultados finais terão impacto na leitura, autonomia e mobilidade do paciente para o resto da vida.

Hoje, são várias as opções de lentes intraoculares que permitem ao paciente, além da correção da catarata, a independência dos óculos e lentes de contato.

Principais tipos de lentes intraoculares

  • Lentes Asféricas:possuem um desenho que possibilita a formação de uma imagem de excelente qualidade, alto índice de detalhes e contraste, devido ao tratamento das aberrações esféricas, comuns em outros tipos de lentes. Essas lentes neutralizam a aberração esférica presente em um olho idoso.
  • Lentes Tóricas:além de substituir o cristalino envelhecido (catarata) também corrigem a miopia, hipermetropia e com precisão o astigmatismo
  • Lentes Trifocais: Essas lentes foram projetadas para o tratamento da catarata e presbiopia (vista cansada). São lentes que proporcionam boa visão para longe, média distância e perto. Estas lentes foram desenvolvida a fim de proporcionar independência dos óculos.

Preencha o formulario abaixo para mais informações